Vombates estão mesmo salvando outros animais em incêndios na Austrália?

O vombate é um tipo de marsupial de aproximadamente um metro de comprimento. Ele pode pesar entre 20 e 35 quilos (Foto: JJ Harrison / Wikimedia Commons)

Durante os incêndios que assolam a Austrália desde julho de 2019, a internet encontrou um herói inesperado: o vombate. Recentemente, relatos nas redes sociais apontaram que esse tipo de marsupial estava trazendo animais menores para suas tocas, ajudando-os a se refugiarem das chamas. Mas será que isso é verdade?

“Estamos vendo mais liderança e empatia desses caras do que do Governo Federal inteiro [da Austrália]“, disse um dos tweets que viralizaram com a suposta boa ação dos vombates. A notícia chegou a ser compartilhada pelo Greenpeace – que logo editou a sua publicação original esclarecendo que as informações haviam sido retiradas das próprias redes sociais, e não estavam corretas.

Em entrevista ao site IFLScience, a diretora da Fundação The Wombat, Jackie French, colocou essa narrativa surpreendente de heroísmo em dúvida. De acordo com ela, vombates normalmente têm um comportamento limitado a comer, dormir e cavar, mas também são capazes de “uma ingenuidade extrema nas poucas vezes em que ela é necessária”.

“Eu descartaria a declaração de que [os marsupiais estão guiando outros animais para suas tocas] completamente se eu não tivesse conhecido um vombate que decidiu se tornar meu amigo há 40 anos”, admitiu a especialista. “Ele não me guiava – só me esperava, olhando para trás para ver se eu o seguia.”

French também explicou que vombates dificilmente teriam necessidade de guiar outras criaturas para as suas tocas: “[Outros animais] são inteligentes o bastante para procurar esse abrigo”.

As tocas desses marsupiais são estruturas complexas que podem chegar a mais de 100 metros de comprimento e ter diversas câmaras e entradas. Em abril de 2019, alunos da Universidade de Melbourne, na Austrália, conseguiram capturar imagens de um coala e um coelho saindo de um desses esconderijos:

“Em tempos de crise, já vi vombates compartiharem suas tocas com outros vombates, cobras, quolls, possuns, bandicoots, equidnas, bettongs e possivelmente, outras criaturas menores”, disse French. Dessa forma, é mesmo possível que vombates estejam compartilhando seu espaço com vizinhos; só é pouco provável que eles estejam chamando e guiando esses outros animais para suas casas.

Os incêndios na Austrália já devastaram cerca de 10 milhões de hectares e mataram 28 pessoas e mais de meio bilhão de animais. Apesar das queimadas acontecerem todos os anos de forma natural no país, elas saíram de controle em 2019, e estão agravando o aquecimento global.

Fonte: Revista Galileu


Créditos: Ambiente Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *