Vaquitas marinas, cetáceos em risco de extinção, são avistadas no México

WWF/AFP/Arquivos / Omar Vidal

Cientistas mexicanos avistaram seis “vaquitas marinas” recentemente,uma espécie endêmica do mexicano Golfo da Califórnia que está à beira da extinção, informaram pesquisadores nesta quarta-feira (17).

“Não acabou a esperança”, disse Lorenzo Rojas, pesquisador do Comitê Internacional para a Recuperação da Vaquita Marina (CIRVA).

Durante uma expedição de 11 dias pelo Golfo da Califórnia entre o fim de setembro e o começo de outubro, um grupo de pesquisadores especialistas em mamíferos marinhos avistaram seis vaquitas, “entre elas um filhote”, comemorou o diretor do Museu da Baleia, Diego Ruiz.

Esta cifra não representa uma contagem completa da população deste animal, que é a menor do mundo.

Pesquisadores analisam os dados obtidos nessa expedição e em janeiro vão dar um novo balanço sobre a população da “vaquita marina”.

O último estudo da CIRVA feito em 2017 apontou que restavam apenas 30 “vaquitas marinas”, também conhecidas com o panda do mar devido às manchas pretas que têm em volta dos olhos.

A ONG Fundo Mundial para a Natureza (WWF) alertou em maio deste ano que a espécie pode ser extinta ainda este ano se os animais continuarem morrendo devido à pesca incidental.

Fonte: AFP


Créditos: Ambiente Brasil