UFSCar oferece pós-graduação em Ciências Ambientais

Estão abertas, até 19 de novembro de 2018, as inscrições para a seleção de candidatos dos cursos de mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCAm) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). São 12 vagas em cada modalidade, distribuídas entre as linhas de pesquisa do programa.

O PPGCAm oferece formação para a compreensão das diferentes dimensões da sustentabilidade (ecológica, socioeconômica, cultural, institucional e territorial), desenvolvendo competências para a investigação de padrões ambientais emergentes e despertando habilidades para o direcionamento de ações ao desenvolvimento e à sustentabilidade dos sistemas.

O programa possui três linhas de pesquisa: Ambiente e Sociedade; Gestão da Paisagem e Geociências; e Sistemas Ecológicos.

O processo seletivo para o mestrado terá prova escrita de conhecimentos específicos (eliminatória e classificatória) e análise de curriculum vitae (classificatória). Para o doutorado, a seleção é composta por prova escrita, análise e arguição do projeto de pesquisa e análise do curriculum vitae do candidato.

Para efetuar as inscrições, os interessados devem reunir a documentação exigida e entregá-la pessoalmente na secretaria do programa, que fica na área norte do campus São Carlos da UFSCar, das 9h às 11h30 ou das 14h às 17h. Os documentos também podem ser enviados por Sedex, com aviso de recebimento, desde que a data de postagem esteja dentro do prazo de inscrição.

São exigidos os seguintes documentos no ato da inscrição: formulário de inscrição disponível no site do PPGCAm, uma foto 3×4 recente, cópias do documento de identidade, comprovante de residência, diploma de graduação, histórico escolar de graduação, curriculum vitae e comprovante do pagamento de inscrição no valor de R$ 100.

A divulgação do resultado final dos processos seletivos será no dia 21 de dezembro de 2018. As aulas começarão em março de 2019.

Mais informações: www.ppgcam.ufscar.br/processo-seletivo.

Fonte: FAPESP


Créditos: Ambiente Brasil