Tufão Mangkhut marca sua chegada com destruição na China

O tufão Mangkhut, que atingiu fortemente de Hong Kong às Filipinas, causando mortes e destruições, segue pela costa chinesa e as províncias de Guangdong, Guangxi e Hainan.

Este foi o ciclone mais forte visto em Hong Kong desde 1979, segundo o Observatório de Hong Kong, com ventos de até 195 quilômetros por hora.

Está sendo esperado entre 100 a 160 milímetros de chuva para essa segunda-feira em algumas partes de Guangdong, a província mais populosa da China. Até o momento foram registradas quatro mortes na China em razão do Mangkhut.

Nas Filipinas, estima-se que com a passagem do tufão pelo país tenham sido causadas aproximadamente 100 mortes.

O governo comunicou que enviará soldados para seis províncias montanhosas ao norte do país para tentar coibir a mineração ilegal, na tentativa de evitar tragédias como os deslizamentos de terra que acusaram mortes na província de Benguet, na passagem do Mangkhut.

Acesse o link e confira a notícia na íntegra:
https://www.dw.com/pt-br/tuf%C3%A3o-deixa-rastro-de-destrui%C3%A7%C3%A3o-das-filipinas-%C3%A0-china/a-45517142

Redação Ambientebrasil


Créditos: Ambiente Brasil