Tribunal alemão suspende derrubada de floresta para fábrica da Tesla

Área em Grünheide onde será construída fábrica da Tesla
O anúncio da Tesla de que construiria “gigafábrica” em Grünheide dividiu moradores

Um tribunal na Alemanha determinou na noite de sábado (15/02) que a Tesla interrompa imediatamente a derrubada de uma floresta nos arredores de Berlim, onde prepara o terreno para construir sua primeira fábrica na Europa. A decisão é uma vitória para ativistas ambientais locais.

O Tribunal Administrativo Superior de Berlim-Brandemburgo emitiu uma liminar afirmando que, antes de tomar uma decisão final sobre o tema, precisa primeiro analisar um recurso contra o corte de árvores apresentado pela Grüne Liga Brandenburg, uma associação de proteção ambiental.

Organizações ambientalistas expressaram indignação quando a derrubada de árvores ao longo de 91 hectares de floresta teve início na última quinta-feira.

A Grüne Liga foi um dos grupos que se manifestou pela paralisação imediata dos cortes florestais, e entrou com um pedido de emergência na sexta-feira para que a preparação do terreno para a “gigafábrica” da Tesla fosse interrompida.

Em sua decisão, a corte afirmou que o “já avançado” trabalho de derrubada da floresta seria “concluído em três dias”, e portanto decidiu impor uma suspensão temporária, enquanto analisa o recurso apresentado pela associação ambiental.

“Não devemos presumir que a moção que busca proteção legal trazida pela Grüne Liga não tem qualquer chance de sucesso”, diz um comunicado do tribunal.

Na última quinta-feira, o Ministério do Meio Ambiente da Alemanha autorizou a Tesla a iniciar a derrubada da floresta para preparar o terreno para sua “gigafábrica”, mas “por sua conta e risco”, já que a empresa ainda não recebeu a licença final para a construção do prédio.

Segundo o ministério alemão, reclamações contra a nova fábrica ainda podem ser feitas até 5 de março e, depois disso, a permissão para a construção será analisada.

A gigante americana de carros elétricos planeja dar início à produção em Grünheide, no estado de Brandemburgo, em meados do próximo ano. O plano inicial de Elon Musk, CEO da Tesla, é produzir 150 mil veículos elétricos por ano ali. Mais tarde, a produção anual pode subir para 500 mil veículos. Estima-se que até 12 mil funcionários sejam contratados.

A Tesla anunciou em novembro que construiria sua quarta “gigafábrica” nos arredores de Berlim – atualmente, já existem duas nos Estados Unidos e uma na China –, uma notícia que dividiu moradores.

Uma área de 300 hectares em Grünheide, numa região conhecida por suas vastas florestas e numerosos lagos e rios, foi vendida à empresa pelo estado de Brandemburgo por 41 milhões de euros (190 milhões de reais).

Fonte: Deutsche Welle


Créditos: Ambiente Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *