Teia de aranha gigantesca com mais de 300 metros cobre praia na Grécia

Plants and palm trees covered in a veil of spider webs
Aranhas formaram uma enorme teia em praia da Grécia

Uma enorme teia de aranha de 300 metros de comprimento cobriu uma área de vegetação à beira-mar na cidade de Aitoliko, conforme publicou o site Daily Hellas.

Especialistas dizem se tratar de um fenômeno sazonal, causado por aranhas tetragnatha, que são capazes de construir grandes ninhos para acasalamento.

Acredita-se que o aumento da população local de mosquitos pode ter contribuído para o crescimento do número dessas aranhas.

Plantas e árvores cobertas por teia de aranha
Altas temperaturas e alimento abundante para as aranhas criaram as condições ideais para o surgimento da superteia

Maria Chatzaki, professora de Biologia Molecular da Democritus University of Thrace, na Grécia, diz que temperaturas mais altas e condições suficientes de umidade e de alimento criaram o ambiente ideal para estas aranhas se reproduzirem em larga escala.

“É como se as aranhas estivessem se aproveitando destas condições e fazendo uma festa. Elas acasalam, se reproduzem e criam uma geração inteiramente nova”, disse ela ao site She told Newsit.gr.

“Essas aranhas não são perigosas para humanos e não causam danos à flora local. Elas farão sua festa e logo morrerão.”

Plantas cobertas por teia de aranha
A enorme teia de aranha não vai durar muito tempo em praia da Grécia

Fonte: BBC


Créditos: Ambiente Brasil