Pulitzer oferece bolsas a jornalistas de países da região amazônica

Centro nos Estados Unidos financiará custos de elaboração de reportagens sobre florestas tropicais (foto: Rosina Kaiser / Pixabay)

O Pulitzer Center convida jornalistas que estejam trabalhando em reportagens relacionadas a florestas tropicais para participar de um processo de seleção de subsídio.

Há dois tipos de bolsas disponíveis. O primeiro é para jornalistas produzindo reportagens em inglês para grandes veículos de mídia nos Estados Unidos e Europa sobre florestas tropicais em qualquer parte do mundo.

A segunda bolsa se destina a jornalistas localizados em países da região amazônica, produzindo reportagens para a mídia local ou regional. A língua para o segundo tipo de bolsa pode ser inglês, português ou espanhol. A maior parte das bolsas tem valor entre US$ 2,5 mil e US$ 7,5 mil, mas, caso o projeto exija, o valor poderá ser maior.

Os projetos de jornalismo apoiados terão foco em três temas: 1) O papel das florestas tropicais na situação climática mundial e nos padrões meteorológicos globais, regionais e locais, com os consequentes impactos na vida humana e nas condições de vida provocadas pelo desmatamento; 2) Os fatores de estímulo ao desmatamento; 3) Soluções para frear o desmatamento.

O Pulitzer Center pretende financiar custos de viagens internacionais relacionados aos projetos de reportagem sobre florestas tropicais, com ênfase em temas inéditos ou pouco cobertos na mídia local ou regional. O valor do financiamento para viagens individuais irá variar de acordo com os custos específicos de cada projeto, a serem detalhados no orçamento.

As bolsas podem ser pleiteadas por jornalistas, escritores, fotógrafos, produtores de rádio e TV e cineastas. Jornalistas empregados e freelancers de qualquer nacionalidade podem submeter propostas.

Os candidatos devem incluir um resumo de até 250 palavras do projeto proposto; estimativa preliminar do orçamento, com detalhamento básico de custos; três exemplos de trabalhos já publicados, em mídia impressa ou rádio e TV; três referências profissionais; e uma cópia do currículo.

As propostas devem incluir um plano consistente para a ampla disseminação da reportagem que resultar do projeto em veículos de mídia locais e/ou regionais influentes, podendo ser impresso, on-line e/ou rádio e TV, ou uma combinação. Os candidatos precisam mostrar que existe interesse na reportagem por parte de editores e/ou produtores que trabalham nos veículos da mídia onde eles pretendem colocar as reportagens.

As submissões de propostas podem ser feitas pelo site do Pulitzer Center. Após o envio de sua proposta, o candidato receberá uma confirmação de recebimento em até uma semana.

Fonte: FAPESP


Créditos: Ambiente Brasil