Primeiro hospital de elefantes da Índia é inaugurado

Hospital para elefantes é inaugurado na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis
Hospital para elefantes é inaugurado na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis

No primeiro hospital para elefantes da Índia, inaugurado na semana passada no estado de Uttar Pradesh, no norte do país, Asha, de 49 anos, colocou a pata esquerda em um banquinho para um veterinário verificar uma lesão enquanto os visitantes filmavam com seus celulares.

As instalações, que possem o raio-x digital sem fio, imagens térmicas, ultrassonografia, dispositivos de tranqüilização e áres de quarentena, não servem apenas como descanso para os elefantes, mas também atraem turistas locais e estrangeiros.

Os elefantes são uma parte importante da cultura da Índia e são exibidos com destaque em festivais e procissões no sul do país. Eles também são usados ​​como atrações turísticas em vários fortes e palácios nas regiões norte e oeste.

Veterinários tiram raio-x da pata de um elefante em hospital especial na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis
Veterinários tiram raio-x da pata de um elefante em hospital especial na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis

O hospital, inaugurado na sexta-feira (16) na cidade sagrada hindu de Mathura, está espalhado por mais de mil metros quadrados e é projetado para tratar elefantes feridos, doentes ou geriátricos.

“Acredito que, ao construir um hospital, estamos enfatizando o fato de que os elefantes precisam de medidas de bem-estar, como qualquer outro animal”, disse à Reuters TV Geeta Seshamani, co-fundador da Wildlife SOS, organização sem fins lucrativos do hospital.

“Os elefantes em cativeiro não devem ser usados ​​e abusados, em vez disso precisam receber o respeito que um animal precisa se você for usar o animal.”

Maus-tratos

Embora os elefantes sejam reverenciados como símbolo cultural e religioso na Índia, eles também são maltratados por seus cuidadores não-escolarizados e muitas vezes são vítimas de eletrocussão, caça furtiva, acidentes de trem e envenenamento, dizem ativistas dos direitos dos animais.

A população de elefantes da Índia caiu para 27.312 em 2017, de cerca 30.711 em 2012, segundo dados do governo.

Centenas de elefantes em toda a Índia, que respondem por mais da metade da população de elefantes da Ásia, são mantidos em cativeiro e ganchos metálicos afiados são freqüentemente usados ​​para beliscar e provocá-los em subordinação.

Veterinário cuida de ferida de elefante em hospital especial na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis
Veterinário cuida de ferida de elefante em hospital especial na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis

O hospital, nas margens do rio Yamuna, fica perto de um centro de conservação e cuidados com elefantes administrado pela Wildlife SOS, que abriga 22 elefantes.

Elizabeth Ritson, uma turista da Austrália, disse que estava feliz por haver agora um hospital dedicado a elefantes na Índia.

“Olhe para eles, eles são muito mais felizes e quando você vê o abuso que eles passaram, as algemas horríveis que foram colocadas em seus pés e vê-los todos curados, é realmente muito bom”, disse ela.

Veterinário cuida da pata de elefante em hospital especial na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis
Veterinário cuida da pata de elefante em hospital especial na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis
Amostra de sangue é tirada de elefante em hospital especial na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis
Amostra de sangue é tirada de elefante em hospital especial na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis
Elefante é banhado em hospital veterinário na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis
Elefante é banhado em hospital veterinário na Índia — Foto: REUTERS/Anushree Fadnavis

Fonte: Reuters


Créditos: Ambiente Brasil