Número de desaparecidos em incêndio florestal na Califórnia é revisado para baixo

Imagem de 15 de novembro mostra casas destruídas pelo incêndio Camp Fire em Paradise, na Califórnia — Foto: Noah Berger/AP
Imagem de 15 de novembro mostra casas destruídas pelo incêndio Camp Fire em Paradise, na Califórnia — Foto: Noah Berger/AP

Caiu para 249, neste domingo (25), onúmero de pessoas desaparecidas após um incêndio no norte da Califórnia destruir a cidade montanhosa de Paradise, informou o escritório do xerife do condado de Butte.

O número foi revisado para abaixo dos 475 anteriormente divulgados, já que algumas pessoas que estavam desaparecidas foram encontradas em abrigos, hospedadas em hotéis ou com amigos, disseram autoridades. Muitos não sabiam que estavam na lista.

As buscas continuarão neste domingo, em meio às cinzas e ao entulho. O incêndio começou em 8 de novembro, matou pelo menos 85 pessoas e destruiu cerca de 14 mil casas em Paradise e no entorno da cidade, localizada a 280 km de São Francisco.

Moradores de regiões afetadas pelo incêndio acampam em estacionamento em Chico, na Califórnia — Foto: Josh Edelson / AFP
Moradores de regiões afetadas pelo incêndio acampam em estacionamento em Chico, na Califórnia — Foto: Josh Edelson / AFP

As equipes de resgate terão mais alguns dias de clima seco. A partir desta terça-feira (27), deverá chover em Sierra Nevada até o próximo domingo (2), dificultando o trabalho dos pesquisadores e renovando os temores de enchentes e deslizamentos de terra.

“O medo é que a chuva caia em rajadas intensas”, disse Brian Hurley, meteorologista do Centro de Previsão do Tempo em College Park, Maryland.

“Toda a vegetação foi queimada e essa é uma receita perigosa para deslizamentos de terra”, disse Hurley.

Fonte: Reuters


Créditos: Ambiente Brasil