Mineradora BHP vai aportar US$ 515 milhões para Fundação Renova e Samarco

A mineradora anglo-australiana BHP Billiton aceitou aportar US$ 515 milhões (o equivalente a cerca de R$ 1,9 bilhão) em apoio financeiro adicional à Fundação Renova e à Samarco, disse a companhia em documento publicado ao mercado nesta segunda-feira (21).

A Fundação Renova foi criada para fins reparatórios após o colapso de uma das barragens de rejeitos da mineradora Samarco – uma joint venture da BHP com a Vale -, em novembro 2015, em Mariana (MG).

Do montante informado, a BHP detalhou que US$ 438 milhões seriam aportados para financiar a Fundação Renova até 31 de dezembro deste ano e US$ 77 milhões disponibilizados à Samarco até junho.

Considerado o maior desastre socioambiental do Brasil, o rompimento da barragem deixou 19 mortos, centenas de desabrigados e poluiu o rio Doce, que percorre diversas cidades até atingir o mar do Espírito Santo.

Há três anos, barragem da Samarco se rompeu e causou um dos maiores desastres ambientais da história — Foto: Fred Loureiro/ Secom-ES
Há três anos, barragem da Samarco se rompeu e causou um dos maiores desastres ambientais da história — Foto: Fred Loureiro/ Secom-ES

Fonte: Reuters


Créditos: Ambiente Brasil