Método desenvolvido no Cemaden pode ajudar a prevenir deslizamentos de terra

Estudo foi feito em áreas de risco no município de Campos do Jordão e resultados devem auxiliar nos cálculos de edificações de muros de contenção (foto: MCTIC)

Aplicando metodologias integradas de geotecnia e geofísica, o pesquisador do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) Cassiano Antonio Bortolozo realizou estudos em área de risco de deslizamentos no município de Campos do Jordão (região serrana do Estado de São Paulo).

Segundo o Cemaden, os resultados podem contribuir para a prevenção de impactos em edificações construídas em solos vulneráveis a movimento de massa e deslizamentos. Também devem auxiliar nos cálculos de edificações de muros de contenção para prevenção de deslizamentos de terra.

A pesquisa se valeu de sondagens geotécnicas e levantamentos geofísicos para mostrar o histórico dos impactos e as causas de deslocamento de construções, principais estruturas envolvidas no movimento (entre rochas, argila e sedimentos) e identificação de diversas composições do terreno.

Todos esses fatores influenciaram a instabilidade do solo e os processos de deslocamento rotacional do terreno, afetando as construções existentes desde a década de 1940 até as edificações mais recentes.

O estudo “Combined analysis of electrical and electromagnetic methods with geotechnical soundings and soil characterization as applied to a landslide study in Campos do Jordão City, Brazil” foi publicado no Journal of Applied Geophysics em fevereiro de 2019.

Fonte: FAPESP


Créditos: Ambiente Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *