Maior empresa de laticínios da Ásia anuncia primeiro relatório mundial anual sobre proteção da diversidade biológica

A 14a Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica das Nações Unidas está sendo realizada em Sharm el-Sheikh, no Egito, entre 14 e 29 de novembro de 2018.  Representantes de mais de 190 partes contratantes da Convenção sobre Diversidade Biológica estão participando do evento e examinando detalhadamente as políticas sobre integração da diversidade biológica à agricultura, silvicultura, pesca e turismo. A Yili (o “Grupo”), uma empresa chinesa signatária da Carta de Compromisso de Empresas e Diversidade Biológica da Convenção das Nações Unidas sobre Diversidade Biológica, foi convidada para a conferência.

Zhang Jianqiu, CEO do Yili Group, abordou o tema de práticas e experiência na proteção da diversidade biológica no seu discurso para os convidados e anunciou o “Relatório Anual sobre Diversidade Biológica do Yili Group”, o primeiro relatório deste tipo a ser elaborado no mundo.

O desenvolvimento comercial está diretamente relacionado às responsabilidades. Como líder da produção de laticínios da China, o Grupo registrou um aumento constante de receita e lucro líquido ao longo dos anos. No terceiro trimestre de 2018, registrou vendas de 61,327 bilhões de yuans, um aumento de 16,88% ano a ano, comprovando sua posição de líder no setor. Para o Yili Group, ser o “primeiro” refere-se não só às suas operações, mas inclui também um compromisso com as responsabilidades sociais.

Zhang Jianqiu afirmou que, além de promover seu desenvolvimento, o Yili está dando prosseguimento ao conceito de “Liderança Green”, proposto por Pan Gang, presidente da empresa, com a estratégia “China Industrial Verde”. Esta é a base do “Exemplo Chinês” para proteção da diversidade biológica que vem sendo desenvolvido nos últimos anos e que se caracteriza por “Transparência, Gestão e Popularidade”. A 15a Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica das Nações Unidas será realizada na China pela primeira vez em 2020. O Grupo Yili espera que cada vez mais empresas chinesas se empenhem, como eles, a proteger a diversidade biológica.

Fonte: Yili Group


Créditos: Ambiente Brasil