Ibama realiza operação conjunta com o MPE para proteção da Mata Atlântica no PR

imagem sem descrição.

O Ibama apreendeu equipamentos e aplicou R$ 4,45 milhões em multas durante operação de combate ao desmatamento na Mata Atlântica realizada nas últimas duas semanas em conjunto com o Ministério Público do Paraná.

Uma cooperativa foi autuada por adquirir e comercializar 1,18 mil toneladas de soja produzidas em área de 330 hectares que havia sido embargada pelo Instituto por desmatamento ilegal.

Agentes ambientais apreenderam três tratores, um caminhão, uma motosserra e 61,83 m³ de toras da espécie ameaçada de extinção Araucaria angustifolia. Os equipamentos e a madeira estão sob guarda das prefeituras de Palmas (PR) e Gurapuava (PR).

Além das infrações referentes ao descumprimento de embargo, foram identificados outros ilícitos ambientais durante as ações, como desmatamento de vegetação nativa, drenagem de áreas úmidas, armazenamento e transporte irregular de madeira.

O coordenador da operação, Fernando Nunes, destaca que empresas e cooperativas devem verificar a origem dos produtos adquiridos na lista pública de embargos ambientais, disponível para consulta no site do Ibama, que aponta as áreas proibidas para produção. O art. 54 do Decreto 6.514/2008 define como ilícito ambiental o comércio de produtos rurais procedentes dessas áreas.

O cumprimento dos embargos é fundamental para a recuperação de áreas desmatadas ilegalmente.

Os relatórios de fiscalização da operação serão encaminhados ao Ministério Público para responsabilização dos infratores na área criminal e cobrança de reparação dos danos ambientais.

Fonte: Ibama


Créditos: Ambiente Brasil