Ibama apreende animais ameaçados de extinção remetidos pelos Correios

imagem sem descrição.

 Ibama, Polícia Militar Ambiental e Correios realizaram ação conjunta que resultou na apreensão de dois filhotes de jabuti (Chelonoidis carbonaria) e outros dois de iguana verde (Iguana iguana), espécies ameaçadas de extinção. Os animais foram detectados em duas encomendas postadas por um mesmo remetente, uma com destino a Curitiba (PR) e outra, a Campinas (SP).

As irregularidades ambientais foram constatadas a partir de triagem de encomendas postais com uso de raio-x em unidades de tratamento de encomendas dos Correios em Curitiba e Campinas. Para burlar a fiscalização, o remetente havia declarado o conteúdo das encomendas como enfeites e informado endereço inexistente.

Com o objetivo de identificar os destinatários das encomendas, agentes monitoraram as entregas.

O infrator que encomendou os jabutis foi multado em R$10 mil por adquirir espécimes da fauna nativa sem autorização e poderá responder por maus-tratos em razão das condições a que os animais foram submetidos durante o transporte. Segundo ele, os espécimes haviam sido comprados por meio de um anúncio na internet.

O destinatário dos iguanas assumiu que mantinha ilegalmente em sua residência duas serpentes da espécie exótica invasora corn snake (Elaphe guttata) e uma aranha caranguejeira (Vitalius sorocabae). Os animais foram apreendidos e o infrator autuado por adquirir animal silvestre sem autorização, ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre nativa sem autorização e praticar maus-tratos. As autuações totalizam R$ 18,9 mil.

Os jabutis foram encaminhados ao Centro de Apoio à Fauna Silvestre de Curitiba (CAFS), onde receberam cuidados veterinários. Os demais, ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) da Associação Mata Ciliar, em Jundiaí (SP).

Fonte: Ibama


Créditos: Ambiente Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *