Fortes terremotos sacodem Indonésia e levam à alerta de tsunami, já desativado

Terremoto en Indonesia
Paciente é atendida após um dos terremotos da Indonésia. HANDOUT (AFP)

Um forte terremoto de magnitude 7,5 sacudiu o centro da Indonésia nesta sexta-feira, parte de uma série de abalos que afetaram a zona nas últimas horas. Um deles, de magnitude 6,1, provocou a morte de ao menos uma pessoa. Os tremores se originaram no meio da ilha de Célebes, no centro do arquipélago, segundo anunciou o Serviço Geológico dos Estados Unidos.  As autoridades locais confirmaram danos pessoais e materiais como consequência dos tremores. A alerta de tsunami lançada inicialmente foi retirada.

Um porta-voz da agência BNPB, de resposta à emergências na Indonésia, Sutopo Purwo Nugroho, disse que o balanço provisório das vítimas é de um morto e uma dezena de feridos. “As réplicas são frequentes (…). Algumas casas vieram a baixo”, afirmou à agência de notícia Reuters. O jornal indonésio Kompass diz que a magnitude do tremor principal foi de 7,7 e publica que se produziram nove sismos acima de 5 de magnitude.

Fortes terremotos sacodem Indonésia e levam à alerta de tsunami, já desativado

Segundo o serviço sismológico norte-americano o tremor ocorreu às 7h, hora de Brasília (18.02 hora local). O epicentro estava localizado a 78 quilômetros ao norte da cidade de Palu, capital da província de Celebes Central. A sacudida foi sentida no extremo sul da ilha, onde se encontra a capital, Makassar. Lisa Soba Palloan, residente na localidade de Toraja, a 175 quilômetros de Palau, confirmou a violência dos abalos: “Todo mundo saiu de suas casas e gritava de medo”.

A Indonésia sofreu uma série de tremores nos meses de julho e agosto, com um saldo final a mais de 550 falecidos, 400.000 deslocados e mais de 80.000 edifícios danificados. Nessa ocasião, assolaram a ilha de Lombok, situada ao sudoeste da de Célebes. O terremoto mais forte registrado hoje supera a magnitude dos mais intensos daqueles episódios.

Em 2004, um forte terremoto no norte da ilha Sumatra gerou um tsunami que matou a umas 280.000 pessoas em uma dúzia de nações banhadas pelo oceano Índico, a grande maioria delas na Indonésia. O país se encontra no chamado anel de fogo do Pacífico, uma zona de forte atividade sísmica.

Fonte: El País


Créditos: Ambiente Brasil