Evacuados por erupção de vulcão na Guatemala retornam a suas comunidades

Evacuados após a erupção do vulcão de Fogo em um abrigo em Escuintla, a 35 km da Cidade da Guatemala, em 19 de novembro de 2018

Cerca de 2.000 evacuados pela violenta erupção do vulcão de Fogo, no sudoeste da Guatemala, começaram a voltar, nesta terça-feira, para suas comunidades, após o fim da intensa atividade do colosso, que em junho deixou 194 mortos.

“Foi feita a desmobilização e retorno dos abrigados”, disse a jornalistas Julio Sánchez, porta-voz da Coordenadoria Nacional para a Redução de Desastres (Conred), instituição encarregada da defesa civil.

O vulcão, de 3.763 metros de altura e situado 35 km ao sudoeste da Cidade da Guatemala, finalizou na segunda-feira uma violenta fase eruptiva que começou no domingo de manhã, e as autoridades acordaram que as pessoas evacuadas podiam voltar às suas casas.

A poderosa erupção do vulcão de Fogo levou à evacuação, na madrugada de segunda-feira, de 4.123 pessoas dos departamentos de Escuintla, Chimaltenango e Sacatépequez.

Em 3 de junho, o vulcão de Fogo teve uma violenta erupção que provocou uma avalanche de fluxos piroclásticos, uma mistura de gases, cinzas e pedras quentes, que devastou a comunidade San Miguel Los Lotes, deixando 194 mortos e 234 desaparecidos.

Fonte: AFP


Créditos: Ambiente Brasil