Engenharia Ambiental da UFRJ está entre os primeiros aprovados no Programa Brasil

O curso de Engenharia Ambiental da Escola Politécnica da UFRJ (Poli-UFRJ) está entre os quatro primeiros aprovados no ‘Programa Brasil – Estados Unidos de Modernização da Educação Superior na Graduação (PMG-EUA)’. O projeto, viabilizado através do edital CAPES-Fulbright, prevê interação com instituições renomadas de ensino dos EUA como as universidades da Califórnia, Columbia e Carnegie Mellon, dentre outras. O investimento total será de aproximadamente R$ 2,6 milhões, ao longo de oito anos.

Segundo a coordenadora do curso de Engenharia Ambiental da UFRJ, professora Monica Pertel, entre os principais objetivos do programa estão a formação de profissionais com perfis para compreender a complexidade e o dinamismo do mundo contemporâneo, capazes de inovar e liderar projetos; e o incentivo da aproximação do curso com os setores produtivos da sociedade.

“A modernização será feita a partir de análise do que é feito em universidades americanas, onde já existe um sistema mais dinâmico e integrado entre as universidades e o mercado de trabalho. Buscaremos adaptar iniciativas que deram certo nos Estados Unidos para aplica-las semelhantemente aqui”, explica a coordenadora.

A proposta foi aprovada entre mais de 50 propostas submetidas e durou quatro meses para ser elaborada. Entre os responsáveis pela proposta estão os professores que compõem o Grupo de Trabalho (GT), Lidia Yokoyama, Monica Pertel, Ana Nazareth, Elen Vasques Pacheco, Ofélia Araújo, Isaac Volschan, Heloisa Firmo e Leila Visconte. O próximo passo do GT será debater sobre o calendário de implementação de ações para os próximos meses.

De acordo com a diretora da Escola Politécnica da UFRJ, professora Cláudia Morgado, a aprovação do programa reafirma o conceito máximo do MEC que o curso tem obtido desde sua criação, sendo reconhecido nacionalmente em avaliações sobre a qualidade do ensino, pesquisa científica, internacionalização e inovação. “Recentemente, o curso de Engenharia Ambiental manteve o 1º lugar no RUF – Ranking Universitário da Folha, o que demonstra nossa excelência acadêmica. A aprovação no programa Brasil – EUA apenas comprova o nosso compromisso em oferecer um curso de alto nível para alunos e a sociedade”.

Fonte: Donato de Almeida


Créditos: Ambiente Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *