Dunas de 17 mil anos são encontradas sob o mar da Austrália

Dunas submersas teriam sido semelhantes às da Fraser Island, também na Austrália. (Foto: Wikicommons / Proto353)
DUNAS SUBMERSAS TERIAM SIDO SEMELHANTES ÀS DA FRASER ISLAND, TAMBÉM NA AUSTRÁLIA. (FOTO: WIKICOMMONS / PROTO353)

Cientistas australianos encontraram uma área com 70 quilômetros de dunas que até então eram desconhecidas. Achou estranho uma área desse tamanho passar tanto tempo despercebida? É que ela se encontra no fundo do mar, próxima à Grande Barreira de Corais.

Sua descoberta aconteceu justamente enquanto os pesquisadores estudavam os corais, mapeando uma região do mar chamada de Barwon Bank cerca de 50 quilômetros da ilha de Moreton, na costa leste do país. A imagem do sonar captou estruturas submersas curvadas 60 metros abaixo das ondas.

“A gente pensou que faziam parte de um recife antigo”, disse ao canal australiano ABC Tiago Passos, um estudante de doutorado da Universidade de Sydney, que fez parte de uma equipe que fez a descoberta. Ao analisar as imagens e amostras, viu que a estrutura era mais parecida com uma rocha.

A investigação de Passos revelou que essas feições curvas não eram um recife, mas sim dunas feitas de grãos grossos de areia. “Acho intrigante o mecanismo que permitiu que eles fossem tão bem preservados”, disse Passos, cujo estudo sobre as dunas foi aceito para publicação no Australian Journal of Earth Sciences.

 147/5000 Essas imagens coletadas usando sonar revelaram a forma e a extensão do trecho de dunas de 70 quilômetros. (Foto: Tiago Passos / University of Sydney)
147/5000 ESSAS IMAGENS COLETADAS USANDO SONAR REVELARAM A FORMA E A EXTENSÃO DO TRECHO DE DUNAS DE 70 QUILÔMETROS. (FOTO: TIAGO PASSOS / UNIVERSITY OF SYDNEY)

Segundo ele, os grãos de areia se fixaram ali por 17 mil anos por a areia ali contida é feita de carbonato de cálcio, em vez de quartzo, como a maioria das dunas de areia do mundo. ao longo do tempo, os grãos de areia carbonatados foram cimentados na rocha através de mudanças físicas e químicas – um processo chamado de diagênese. “O contato com a água fresca na chuva solidificou os sedimentos”, disse Passos.

Isso aconteceu antes que o oceano cobrisse tudo, cerca de 12 mil anos atrás. Segundo o pesquisador, o local seria parecido com um local próximo considerado Patrimônio da Humanidade justamente por suas dunas. “O local teria sido uma ilha exatamente como a Fraser, cercada por água, mas a 40 quilômetros da costa atual”, explicou Tiago Passos.

Fonte: Revista Galileu


Créditos: Ambiente Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *