Candidato a governador dos EUA é acusado de ser “serial killer” de tigres

Candidato a governador dos EUA é acusado de cometer crime ambiental (Foto: Pixabay)
CANDIDATO A GOVERNADOR DOS EUA É ACUSADO DE COMETER CRIME AMBIENTAL (FOTO: PIXABAY)

candidato a governador dos Estados Unidos, Joseph Maldonado-Passage, conhecido como “Joe Exotic”, de 55 anos, foi indiciado por matar cinco tigres para dar espaço aos novos animais que chegavam em seu zoológico, localizado na Filadélfia.

Ele já tinha sido preso em setembro desse ano acusado de contratar uma pessoa para cometer um assassinato. Seu suposto alvo era Carole Baskin, CEO da Big Cat Rescue, uma organização sem fins lucrativos que conscientiza o público sobre as práticas antiéticas de Maldonado-Passage.

De acordo com a acusação, Maldonado-Passage deu ao sicário US$ 3 mil para viajar de Oklahoma para a Carolina do Sul e depois para a Flórida para realizar o assassinato. Ele supostamente concordou em pagar outro valor depois da ação.

Se Maldonado-Passagem for considerado culpado de assassinato de aluguel, ele poderá pegar uma pena de até 10 anos além de pagar uma multa de até US $ 250 mil.

Enquanto a equipe de investigação estava reunindo evidências adicionais para o próximo julgamento de Maldonado-Passage, foram descobertos ossos de cinco tigres adultos enterrados em razão do extinto Wynnewood Exotic Animal Park. Uma análise revelou que os tigres tinham sido fuzilados.

Logo após a acusação formal que veio esta semana, Maldonado-Passage realizou uma entrevista na prisão e admitiu ter atirado nos tigres, mas alegou que o fez por razões humanitárias.

“Eu coloquei cinco tigres para dormir porque eles estavam com dor”, disse ele a repórteres. “Eles estavam com dor. Eles tinham unhas dos pés saindo de seus tornozelos. Eles não tinham dentes.”

Fonte: Revista Galileu


Créditos: Ambiente Brasil