Ave ganha prótese feita com impressora 3D após perder parte do bico

Graças a novas tecnologias, o calau Jary ganhou um novo 'capacete' — Foto: Wildlife Reserves Singapore
Graças a novas tecnologias, o calau Jary ganhou um novo ‘capacete’ — Foto: Wildlife Reserves Singapore

Jary, um calau que é mantido em cativeiro em Singapura, rebeu uma prótese após ter parte de seu bico destruída por um tumor e removida cirugicamente.

Em julho, funcionários do Jurong Bird Park notaram um rasgo de 8cm no bico do calau bicórnio macho e suspeitaram que ele poderia ter câncer.

O tumor estava atacando uma parte do bico chamada de “capacete”. Grande parte do tecido sob o capacete de Jary havia sido destruído pela doença.

Prótese foi fabricada usando uma impressora 3D — Foto: Wildlife Reserves Singapore
Prótese foi fabricada usando uma impressora 3D — Foto: Wildlife Reserves Singapore

As perspectivas eram sombrias: dois calaus já haviam tido câncer no mesmo parque – um deles morreu após fazer quimioterapia, e, no segundo caso, o câncer já estava em estágio avançado demais para qualquer tipo de tratamento.

Graças a novas tecnologias, o calau Jary ganhou um novo 'capacete' — Foto: Wildlife Reserves Singapore
Graças a novas tecnologias, o calau Jary ganhou um novo ‘capacete’ — Foto: Wildlife Reserves Singapore

Jary foi submetido a exames…

… e foi feita uma biópsia do tecido afetado.

Uma análise confirmou que era câncer, e cirurgiões veterinários decidiram remover o tumor.

Uma prótese do capacete para Jary foi fabricada com uma impressora 3D. O capacete comprometido foi removido.

Depois, resina dental foi aplicada ao novo capacete para selar quaisquer aberturas. O calau recebeu o nome Jary porque significa “guerreiro de capacete” no idioma nórdico antigo. Jary recebeu alta em setembro. Ele usará a prótese até que seu capacete natural cresça novamente.

As perspectivas para Jary eram ruins, porque outros calaus já tinham morrido por causa de tumores — Foto: Wildlife Reserves Singapore
As perspectivas para Jary eram ruins, porque outros calaus já tinham morrido por causa de tumores — Foto: Wildlife Reserves Singapore

Fonte: BBC


Créditos: Ambiente Brasil