Al Gore: “A revolução sustentável tem a velocidade da revolução digital”

Al Gore, ex-vice-presidente dos EUA, na conferência Dreamforce 2018, da Salesforce (Foto: DIvulgação/Salesforce)
AL GORE, Ex-vice-presidente dos EUA ,na Conferência  DREAMFORCE 2018, da SALESFORCE (Foto: Divulgação /Salesforce)

“O contexto dos negócios está mudando e precisamos nos adaptar às novas condições”, afirma Al Gore, ex-vice-presidente e ex-candidato à Presidência dos Estados Unidos. Depois de 12 anos do lançamento de seu documentário Uma Verdade Inconveniente, o ativista continua a levantar a bandeira a favor da sustentabilidade e do meio ambiente. Al Gore esteve nesta manhã no palco da Dreamforce, conferência anual da empresa do Vale do Silício Salesforce. Em sua fala, exibiu evidências dos efeitos nefastos das mudanças climáticas para a população mundial — e ressaltou que esse momento de transição traz oportunidades de negócios que atingem a casa dos trilhões de dólares.

“O crescimento deve ser redefinido como crescimento sustentável”, defendeu no palco. Na opinião de Al Gore, parte do problema ao se enfrentar questões como a da sustentabilidade é que o pensamento humano ainda é pautado por resultados de curto prazo: “Os recursos nos quais confiamos no passado criaram problemas inesperados que precisam ser resolvidos”.É exatamente daí que vem a possibilidade de ganhos comerciais com uma nova mentalidade mais sustentável e alinhada com o meio ambiente. Um dos exemplos dados por Al Gore é da coleta de energia solar, o que ele chamou de um “negócio de US$ 1 trilhão de dólares”. Os negócios com maior potencial de crescimento, afirma o ex-vice-presidente, são aqueles que permitem melhora na condição atual de vida, mas sem o esgotamento de recursos.

Evidências de que o mundo enfrenta uma mudança climática não faltaram. Al Gore mostrou casos em todos os cantos do mundo: da Argentina, passando pela Inglaterra e chegando no Oriente Médio. Os impactos, diz, são diversos, como crises humanitárias e refugiados se espalhando por países em busca de melhores condições de vida. “Isso só vai piorar ao longo dos próximos anos.”

Vice-presidente dos Estados Unidos de 1993 a 2001, no governo de Bill Clinton, Gore afirma que, neste momento, a humanidade deve se fazer três perguntas. “Devemos mudar? Podemos mudar? Vamos mudar?”. Essas perguntas podem definir nosso futuro.

Avanços tecnológicos recentes são essenciais nessa jornada. Al Gore relembrou o aumento recente na eficiência da coleta da energia solar, popularização da energia eólica e formas de armazenamento de energia coletadas de forma renovável — como as baterias desenvolvidas pela Tesla.

A conferência na qual Al Gore falou é de uma empresa com crescimento veloz, característico de negócios digitais. Para ele, “a revolução sustentável tem a velocidade da revolução digital. A revolução sustentável é a maior oportunidade na história da humanidade”.

Um exemplo citado na apresentação foi a adoção de veículos elétricos como alternativa aos carros movidos a combustão. Cidades ao redor do mundo estão iniciando movimentos de troca da frota pública por alternativas sem emissão de fumaça.

Fonte: Época Negócio


Créditos: Ambiente Brasil