Como Funciona o SELO PRO-AMBIENTE DE SUSTENTABILIDADE

Como Funciona o SELO PRO-AMBIENTE DE SUSTENTABILIDADE

Os selos verdes são totalmente voluntários, podendo ser operados por entidades públicas ou privadas e ter natureza nacional, regional ou internacional.

O SELO PRÓ-AMBIENTE DE SUSTENTABILIDADE certifica que os processos construtivos são adequados às exigências ambientais, produzindo menos impactos negativos ao meio ambiente.

O selo foi baseado em especificações de normativas técnicas NBR e segue as padronizações devidas e tem como principal objetivo a preservação ambiental a partir de critérios técnicos adotados durante a construção civil.

Através do SELO PRÓ-AMBIENTE DE SUSTENTABILIDADE, os consumidores podem optar por adquirir produtos de menor impacto ambiental em relação a outros produtos disponíveis no mercado, o que leva a uma mudança no padrão de consumo e redução dos impactos negativos sobre o meio ambiente. Essa mudança para um consumo consciente é a motivação para a existência do selo.

A sustentabilidade ao alcance de todos

A PRÓ-AMBIENTE existe há 18 anos promovendo ações de preservação, planejamento, gerenciamento e adequação ambientais em diversos segmentos da sociedade como processos produtivos, ocupação urbana, construção civil, entre outros, sempre com o propósito da melhoria da qualidade ambiental.

Com esse foco que a preservação ambiental e dos recursos naturais são direitos e deveres de todos, o SELO PRÓ-AMBIENTE DE SUSTENTABILIDADE foi desenvolvido para proporcionar que qualquer construção possa ser feita observando os princípios sustentáveis.

Assim, o mais importante é que essa certificação está ao alcance de todos: qualquer construção pode obter o SELO PRÓ-AMBIENTE, se seguir os preceitos da construção sustentável aqui elencados.

Os tipos de selos PRÓ-AMBIENTE

O SELO PRÓ-AMBIENTE DE SUSTENTABILIDADE foi desenvolvido para certificar as seguintes obras:

  • Projetos urbanístico e arquitetônicos
  • Construção de prédio, residências e indústrias
  • Atividade de parcelamento do solo (condomínio e loteamento)
  • Reforma de empreendimentos (industriais e residenciais)
  • Operação de empreendimento.

Independente de qual segmento for, o SELO está baseado em 3 pilares importantes:

  • PILAR 1 - Conservação dos recursos naturais
  • PILAR 2 - Utilização de tecnologias sustentáveis
  • PILAR 3 - Práticas sustentáveis

Para cada um desses pilares foram desenvolvidos critérios para guiar os empreendimentos rumo à sustentabilidade. Seguem abaixo alguns dos critérios analisados no processo de certificação:

  • Treinamento dos trabalhadores
  • Gestão de Resíduos da construção
  • Gestão de Efluentes
  • Uso da Energia
  • Materiais sustentáveis e/ou reciclados
  • Projeto arquitetônico inteligente
  • Compras verdes no entorno
  • Entre outros

Após a comprovação de atendimento desses critérios, o empreendimento pode obter os seguintes SELOS:

  • Para o SELO AZUL – atingir o PILAR 1
  • Para o SELO VERDE – atingir os pilares PILAR 1 e PILAR 2.
  • Para o SELO SUPER VERDE - atingir os pilares PILAR 1, PILAR 2 E PILAR 3.